Todo o Rio de Janeiro

MULHERES COM HIV: RELACIONAMENTOS AMOROSOS PEDEM CUIDADOS REDOBRADOS

Companhia

Em caso positivo, como isso se daria? Os HSH incluem homens identificados como gays, homens heterossexuais que fazem sexo com homens, homens bissexuais, profissionais do sexo masculinos, homens envolvidos nesses comportamentos em todos os ambientes como prisões e a rica e ampla variedade de identidades e termos tradicionais para esses homens. Em muitos casos, esses serviços reproduzem a homofobia e a sorofobia que afasta ainda mais a comunidade LGBT. Internet, espaço seguro? Para conhecer melhor a realidade brasileira, foram feitas entrevistas com 30 homens de duas cidades diferentes, nas quais foi possível conhecer suas experiências e entender como os aplicativos afetam sua vida sexual. Hoje, os aplicativos também permitem moldar esses espaços seguros. Com esses dados preliminares, a pesquisa caminhou para a próxima etapa, em que foram analisados 2.

Encontro sexual à 563679

'Você está limpo?'

Ainda, demarca uma perspectiva crítica diante do pânico sexual criado pela epidemia, principalmente nos anos Policing desire: pornography, aids and the media. London: Cassell, Aids: ética, medicina e biotecnologia. Além do carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX.

Serviços Personalizados

The effects of simultaneous testing on practices and patterns on safer sex were evaluated by a semi-structured interview. The qualitative analysis was based in the literal transcriptions of daily episodes about values and negotiations on preventive practices, as indicated by the interviewed couples. Findings suggest that even sorodiscordant couples denied or minimized the infection risks because of difficulties with sexuality or genre behavior patterns communication: men expose themselves to the risk by trying to reaffirm their masculinity; women abdicate prevention in order to keep the relationship. Para muitas, o medo de se infectar com o HIV é menor do que o receio de sugerir, ao parceiro, o uso de preservativos. Primeiro, pode ser tida quanto desconfiança da fidelidade do outro. Segundo, se o uso do preservativo é aceito pelo parceiro a desconfiança é confirmada.