Todo o Rio de Janeiro

“VOCÊ NAMORARIA UMA MÃE SOLTEIRA?”

Companhia

CoparentalidadePais AmigosTaline Schneider. Uma Rede Social para o encontro de pessoas que querem planejar, conceber, criar e educar um filho, sem a necessidade ou obrigatoriedade de um relacionamento conjugal, romântico ou, até mesmo, sexual entre os genitores. Afinal, tratam-se de seres humanos, com sentimentos. Dos 2. O documento deve ser elaborado com o suporte de um advogado de família sem preconceitos e registrado em cartório.

Contato com mães 565157

Amando nossos conteúdos?

Esses dias perguntamos no nosso perfil no Instagram blogjustrealmoms o que nossas seguidoras gostariam de ler aqui no blog. Quando se tem filhos, na maioria das vezes, os pais naturalmente se dividem de acordo com suas próprias personalidades: um acaba sendo mais mole e bonzinho e o outro faz o papel do mais rígido. A psicóloga e escritora Dra. Olga Tessari. É preciso cuidar de si, tem que ter tempo de ir ao cabeleireiro, ler um livro, sair, copular novas pessoas, se relacionar e mesmo assistir novela. Os filhos têm que ser criados para ter independência e o filho mais velho nunca deve ser tratado como o pai dos menores, caso a mulher tenha restante crianças em casa. Aprenda a viver sozinha. Dê tempo ao tempo e esteja aberta. As pessoas adoram falar das outras.

SE PUDER AJUDAR COLABORE

Parabéns K. O problema é que eu queria que ela continuasse solteira, mas casou novamente! Crescer com um homem-feito escroto e ainda deixar sua filha crescer num lar assim é que seria irresponsabilidade. Mais tarde mando um depoimento sobre o livro e uma fotinha com ele. As primeiras sofrem ainda mais preconceito!